GRUPO IKESAKI: o sonho se tornou uma das maiores empresas do setor de beleza da América Latina



Nada mal para o menino de seis anos que, em 1934, desembarcou no porto de Santos com a família, vindo do Japão. Em 1958 ele se casa com Michiyo e, nos anos seguintes, nascem seus cinco filhos Carlos Takashi, Suzi Hitomi, Márcia Yumi, Ricardo Jo e Roberto Jun, membros da segunda geração que, ao lado de Hirofumi, hoje conduzem o negócio. Em 2008, na festa de Bodas de Ouro, durante a valsa, ele perguntou à esposa: “se a gente renascesse e se reencontrasse, você casaria comigo novamente?”, e ela respondeu “Claro que sim!”


Em 1964, Hirofumi Ikesaki era um jovem comerciante que vendia produtos químicos para as tinturarias, na época um dos primeiros negócios abraçados em São Paulo pelos imigrantes japoneses. Ele mesmo dirigia um velho furgão Ford para fazer as entregas e percebeu que as esposas e filhas de seus clientes, agora em melhores condições financeiras, estavam abrindo salões de beleza.


Percebeu que havia ali uma oportunidade e decidiu começar a vender cosméticos e produtos para cabelos para os salões que começavam a surgir.


Começou com uma loja e, três anos depois, nascia no bairro da Liberdade o primeiro supermercado de cosméticos do Brasil.


50 anos depois, o supermercado tinha se transformado no Grupo Ikesaki, um dos mais importantes e sólidos conglomerados do setor de beleza da América Latina. Hoje o grupo é formado pela Ikesaki Cosméticos, que vende produtos de beleza no varejo; pela EBC (Empresa Brasileira de Cosméticos), o maior atacado de autosserviço de beleza do Brasil; pela Taiff, líder brasileira na fabricação de secadores e chapas profissionais; pela Ikesaki Design, que produz móveis e equipamentos para salões de beleza; e pela Beauty Fair, segunda maior feira de beleza do mundo.

6 visualizações